A ilusão de controle X gestão de pessoas

postado em .

Em vários contextos da atividade humana, inclusive na economia, nos negócios e na administração, a ilusão de que controlamos as pessoas existe e é assunto discutido em especial em relação ao poder e à liderança.

Esse fenômeno, chamado de “Ilusão do Controle”, tem sido acentuado como a inclinação que pessoas têm em pensar que podem controlar de alguma maneira o resultado das pessoas, sobre os quais na verdade não têm nenhum poder. É Obvio que não se trata de um conceito teórico, mas de uma realidade comportamental, que pode ser comprovada por meio de estudos. Essa ilusão de controlamos as pessoas, está presente em especial em contextos nos quais as relações de poder são importantes, o que obviamente inclui o universo da política e o mundo corporativo, o que é muito comum entre pessoas que se julgam detentoras de poderes e desenvolturas para tomar decisões, dessa forma acreditam poder “controlar” os resultados que as pessoas podem dar.

Esse tipo de pensamento causa danos particularmente graves ao pensamento estratégico, porque suas vítimas tendem a imaginar que controlam também o futuro. Essa ilusão trata de uma manifestação de excesso de autoconfiança e confiança no mundo externo. Onde as pessoas imaginam que, apenas por meio de sua vontade, podem manusear os outros e influenciar os eventos e resultados.

Evidentemente, que no decorrer dos tempos as mudanças vão acontecendo e transformando a realidade no mundo, e com isso a transição que começou com a passagem do modelo de gestão burocrática para a gestão estratégica, que hoje em dia já existe em varias organizações, com a introdução das novas tecnologias, na vida das pessoas e das organizações, o que tem impactado na cultura organizacional e também das pessoas, o que vale salientar que esse pensamento “posso controlar o resultado das pessoas”, já não cabe mais, no novo modelo de gestão, onde as pessoas não podem ser controladas, as pessoas precisam ser livres para criar e voar até o mais alto do horizonte da sua capacidade de pensar.

O maior patrimônio de qualquer organização são as pessoas, pois são elas que fazem funcionar, só pessoas que criam e dão vida as ideias. As organizações que tiverem a capacidade de ver a gestão de pessoas como a maior das Gestões, será mais competitiva, tanto internamente, quanto externamente, pois já se torna competitiva a partir mesmo dessa visão.

Autor: ROSENILSON FELIX DE AMARAL

Fonte: RH Portal